Uhulles











{16/08/2011}   Voltando do além

Olá,

Devido a forças maiores parei de escrever aqui, como nem tem muita gente que pára aqui nem dá nada, mas vou tentar voltar a escrever com o tempo. Entre trabalho, faculdade e casa anda complicado…

Anúncios


{07/04/2009}   The Big Bang Theory

Eu curto muito várias séries que passam na TV a cabo, mas minha querida fonte de renda M não acha que TV é uma necessidade básica para uma vida feliz. Enquanto ela ainda achar que eu preciso da internet para os trabalhos da escola, estou de boa.

De qualquer forma, um dia acabei me deparando com essa série em especial e bom, o D é nerd resolvi baixar para assitir. Me rachei de rir. Você gosta de Star Wars, Jornada nas Estrelas, videogame, rpg, rpg online, curte física, ou simplesmente tem um amigo nerd? Essa é a sua série.

Elenco
Howard, Sheldon, Leonard, Penny e Rajesh

 Sheldon e Leonard são físicos de partículas que trabalham em uma universidade fazendo pesquisas e descobrindo novas fórmulas e provando com experiências teses antigas. Eles dividem um apartamento em um prédio do suburbio e tudo vai as mil maravilhas até que chega Penny. Uma loiróssima do tipo líder de torcida que se muda pro apartamento da frente, pela qual Leonard se encanta. Sheldon e Leonard não tem jeito nenhum com pessoas em geral, mas fica pior quando se trata de mulheres. Holowitz e Rajesh são amigos de Leonard do trabalho e apenas aturam Sheldon porque ele também vive no apartamento. É uma série ótima, eu realmente estou pagando um pau pra ela, vale a pena cada minuto na frente do pc vendo isso.

Me mijei. Talvez alguns não entendam, mas quem liga? Tem piadas pra todo mundo na série, até para as líderes de torcida. De qualquer jeito, sei que o pessoal quer baixar da net e não comprar e ver na tv. The Big Bang Theory Download Legendado: as duas temporadas, estão nesse link:

http://www.nagadownloads.com/?p=2655

Não, não é vírus, eu baixei aqui em casa. E não, eu não podia copiar os links e postar aqui no blog. Bom divertimento pra vocês.



{06/04/2009}   Kung Fu Panda
Cartaz de Kung Fu Panda
Cartaz de Kung Fu Panda

 

Esse era um filme que eu queria assitir no cinema, mas nem sempre rola dinheiro. Sem contar que quando você tem o dinheiro nem sempre tem alguém pra ir com você e é triste ir no cinema sozinho.

O filme conta a história de Po, um enorme panda gordo que trabalha no restaurante de macarrão do pai, que é uma cegonha  o pai, não o restaurante. Ele sempre sonhou em ser um lutador de kung fu e dividir espaço com os cinco furiosos, que são a tigresa, o macaco, o louva-a-Deus, a víbora e a garça.

Po + Cinco Furiosos
Po + Cinco Furiosos

 

Um dia o Mestre Tartaruga vê que o antigo discipulo do Mestre Shifu, Tai Lung, conseguiu escapar da prisão em que estava para cumprir a pena por tentar roubar o Pergaminho do Dragão. Então ele decide eleger um dos cinco furiosos para reter o poder do pergaminho, mas Po acaba entrando no caminho na hora da escolha e sendo escolhido por acidente pelo Mestre Tartaruga.

Mestre Shifu e Mestre Tartaruga
Mestre Shifu e Mestre Tartaruga

Bom, Po é gordo, desajeitado e um panda, então Shifu decide que ele vai acabar desistindo do treinamento e voltando para casa. Mas se surpreende com a força de vontade dele. Os cinco furiosos por outro lado, sentem uma certa raiva por Po ter sido escolhido no lugar de um deles, que já eram discípulos do Mestre Shifu. A tigresa, que é a mais incomodada com a situação resolve ir enfrentar Tai Lung e é seguida pelos outros furiosos, que acabam tomando uma surra das boas.

Tai Lung
Tai Lung

Enquanto isso Shifu conversa com o Mestre Tartaruga, tentando entender o porque da esolha de Po para derrotar Tai Lung. Tai Lung foi abandonado às portas do templo de Shifu e ensinado pelo mestre desde pequeno. Quando não viu que conseguiria ser o escolhido para possuir o Pergaminho do Dragão, que possui o segredo para ser o melhor guerreiro, ele enlouquece e tenta roubá-lo. É impedido pelo Mestre Tartaruga, que o manda para a prisão de onde ele fugiu. O Mestre Tartaruga por fim convence Shifu de que Po merece uma chance. Shifu treina Po usando sua fome descomunal para fazê-lo treinar mais para poder comer.

Acho que o fim do filme foi o melhor de tudo. O filme todo tem aquele clima engraçado de animação, mas o final é pra matar. Morram de vontade de saber e vão assistir o filme. Só pra constar, Po lê o Pergaminho do Dragão e conta o que está escrito. Trailer abaixo:

 



Nova visita na biblioteca pública, mais um livro pra comentar pra vocês. Para variar um pouco, dessa vez eu realmente acabei de ler ele então dá pra contar a história direitinho. Essa é a capa do livro que eu consegui:

Morte em Terra Estrangeira
Morte em Terra Estrangeira

 

“A imagem tá pequena” – Também achei, ou melhor, não achei nenhuma outra no goggle. O livro faz parte de uma série e pelo que deu pra ver é o segundo, mas sem problema ler esse sem ler o primeiro. Na realidade eu nem sabia que tinha um primeiro até procurar pela bibliografia da autora, que por sinal tem muita coisa que parece legal.

Donna Leon
Donna Leon

Essa é a autora do Morte em Terra Estrangeira. Na foto que tem no fundo do livro ela parece muito um homem, mas muito mesmo. Mas se ela fosse um traveco eu ainda leria os livros, já que eles são muito bons. Donna leon nasceu em New Jersey, em 1942, e desde 1981 mora na Itália. Seu primeiro livro, Morte no Teatro La Fenice (Companhia das Letras, 2000), ganhou o prêmio Suntory de melhor romance policial. Eu ouvi gente comparando ela com a Agatha Christie, mas aí já são outros quinhentos.

O personagem principal do livro é o comissário Brunetti, responsável pela área de Veneza, onde acontece um assassinato durante a madrugada.Um corpo aparece boiando nas águas de um canal de Veneza e tirando o comissário mais cedo da cama. O cádaver é identificado como um soldado americano residente de Vicensa, uma cidade perto de uma base militar americana. Brunetti é pressionado pelo seu superior para despachar logo o crime como roubo seguido de morte, para não prejudicar o turismo com notícias sensacionalistas. Apesar das ordens do superior ele vai até a base americana investigar a vida do rapaz e o porque dele ter vindo de tão longe para morrer em uma viela escura de Veneza. Todas as peças se encaixam para um roubo que deu errado, mas Brunetti acha que existe alguma coisa dentro da própria base militar que resultou na morte do jovem.

Lá ele descobre que a supervisora do morto era sua namorada às escondidas e intui que ela sabe de alguma coisa sobre o assassinato. Ela é encontrada uma semana depois morta em seu apartamento por overdose. Brunetti não acredita na possibilidade pelas conversas que teve com ela e começa a investigar essa morte também. Outro crime é designado para ele: um roubo de quadros da casa de um rico empresário. As peças dos dois incidentes vão se unindo de uma forma impressionante, acho que essa união é o que torna o livro tão interessante.

Eu não sou muito fã de história policial, principalmente poque tem alguns escritores que viajam na maionese exageram um pouco na sagacidade dos detetives. Aqui já foi uma coisa mais realista, com um tom de mau humor, erros e sarcasmo. No geral o livro é bom, mas também peca em alguns pontos. Veneza não é uma cidade enorme, mas obviamente é cheia de gente que vem de todos os lugares. No livro a impressão que você tem é que todo mundo se conhece e eu odeio esse tipo de coisa, já que muitos personagens aparecem apenas por aparecer. Outro lado que eu não gostei foi a parte familiar, achei bem sem graça e artificial. Vale a pena ler pela história e desenvolvimento, que são muito bons. Eu achei o livro pra vender em alguns sites, então talvez tenha em alguma livraria perto de você.



{26/03/2009}   Jogos entre Ladrões
Cartaz do Filme

Sabe quando o tio do cinema vira pra você e pede sua carteira de identidade? Foi o que aconteceu ontem. Fui pseudo-forçada toda empolgada assitir Dia do Namorados Macabro porque o D ia era em 3D, só que era censura 18 anos, e como pessoa de quase 17… Bom, nós temos um problema. A segunda opção foi Jogos entre ladrões.

Cara, valeu cada centavo. Para começar olha o elenco do filme:

Morgan Freeman
Antonio Bandeiras – Eu ia

Bom, tem mais gente no filme. Mas acredite, você mal repara nelas até o final. Porque no final todo mundo aparece, ou desaparece, como acontece em alguns casos. Paras as meninas que talvez entrem aqui sem querer, aparece a bunda do Antonio Bandeiras, não é lá AQUELAS bundas, mas cara, é o Zorro, eu ia do mesmo jeito. E o Morgan Freeman, tipo, ele é i Deus de Todo Poderoso, o cara é bom.

Histórinha do filme. Antonio Bandeiras é Jack, um ladrão de jóias que veio de Miami tentar a vida em Nova York. Durante um roubo de diamantes no metro ele é observado por Ripley (Morgan Freeman), que decide convidá-lo para participar de um roubo muito arriscado.  Jack não aceita a proposta de primeira, mas 20 milhões me conveceriam também. Com o tempo Jack vai descobrindo mais sobre o passado de Ripley e o porque dele estar se envolvendo nesse roubo. O ex-parceiro de Ripley tinha uma dívida com a máfia, mas acabou sendo assassinado e ele assumiu a dívida. O mafioso quer uns ovos feito de pedras preciosas pelo avô dele, mas eles acabaram caindo na mão de outras pessoas com o tempo. Para “incentivar” o roubo ele sequestra Alex, afilhada de Ripley e casinho de Jack. Durante todo o filme os larões são perseguidos pelo tenente Weber, que sonha em pegar Ripley, que sempre passou a perna nele.

Até aí a história não tem nada de mais. Um grande roubo, ladrões experientes, um cofre MUITO bem fechado, uma mocinha em perigo, só mais um filme balaio. Mas depois é que fica bom. É um filme que vale muito a pena assistir e ainda está no cinema. Pra quem quiser também já deve ter pra baixar na net, mas eu ainda gosto mais do cinema. E quarta feira é R$ 4,00 a meia no Cinesystem.



{26/03/2009}   A Vida Tal Como É
A foto do Dito cujo
A foto do dito cujo

Completamente bizarro. Não sei nem de onde consegui desenterrar esse livro. Estou pasma até agora. Não tem uma imagem desse livro no goggle, no GOGGLE. Fiquei passada.

Retornando ao tópico como é o livro e se ele vale a pena… O livro possui 24 contos que na realidade são uma cascata das brabas casos verídicos. O que eu mais gostei era a história da vida de uma menina que perdeu a mãe muito cedo e ficou responsável pelos irmãos e pelo pai que era cego. Ela começou a trabalhar em um hospital como recepcionista mas como isso não deu dinheiro ela procurou emprego no puteiro em uma casa de dança, daquelas em que você paga pra mulher dançar com você. No fim ela larga dessa vida e cas acom um cara lá… Aquele final de novela das seis da Record.

DU-VI-DO que ache esse livro em algum lugar. Eu desenterrei essa pérola literária na Biblioteca aqui de Floripa. Adoro aquele lugar, tu nunca acha o livro que tu realmente quer, mas vale por desenterrar esse tipo de coisa.

Como não tem imagem, não tem crítica, não tem NADA dessa coisa em lugar nenhum, pensei em fazer o post sobre o livro pra acupar espaço. Andei meio sumida, mas nem ligem que eu vou começar a trabalhar e isso vai continuar assim.

ps.: Não liguem pra qualidade da foto, M se recusou a segurar o livro porque ela não quer partes do corpo dela espostas na net.



{12/03/2009}   Otimistas e Pessimistas

O Lula, em época de reeleição, resolveu solicitar ao IBGE um estudo sobre a satisfação da população brasileira quanto a seu governo.
Atendendo ao funcionário responsável pela pesquisa, nosso querido presidente indaga:
– E então companheiro, qual foi o resultado da pesquisa?
– Sr. Presidente, a população brasileira está dividida em duas camadas proporcionalmente iguais, os “otimistas” e os “pessimistas”.
– Ora ora companheiro! Vamos então primeiramente as boas notícias! O que dizem os “otimistas”?
– Sr. Presidente, os otimistas dizem que, se a situação continuar como está, em breve o povo brasileiro vai estar comendo merda…
– Peraí companheiro! Deve estar havendo algum engano. Eu quis dizer os “otimistas” e não os “pessimistas”…
– Não há engano nenhum Sr. Presidente! É que os “pessimistas” já acham que a merda não vai dar pra todo mundo…



{11/03/2009}   Watchmen

Fui no cinema ver esse filme porque o D ia ouvi maravilhas a respeito do filme e talvez esse tenha sido o problema. Acabei esperando demais e me decepcionei um pouco com os personagens. Eram muito nada a ver, pra começar só o Watchmen tinha poderes de verdade – ele controla a matéria, quase como um Magneto da vida, só que com tudo não só com metal -. 

Ahn… Agora vendo o trailer eu lembrei porque o filme nem pareceu ter as quase três horas que ele tem. O efeitos especiais ficaram muito fodas perfeitos.

HQ

 

A história vem de um quadrinho que saiu nos anos 80 que é considerado um dos melhores já feitos. Como toda história de super herói tem umas tiradas ótimas e os personagens tem todo um sarcasmo estiloso no que falam. O filme foi bem fiel aos quadrinhos, ponto para o diretor Zack Snyder (300, Madrugada dos Mortos e uns outros troços que eu não vi).

O filme começa com o Comediante,um membro da antiga liga de super heróis, morrendo. Com isso Rorschach, que tem esse nome por causa daquele teste psicológico das manchas de tinta, começa a investigar sua morte sozinho, já que os outros super heróis são tudo uns casaca virada respeitadores da lei que proíbe os super heróis.

Rorschach
Rorschach

 

A Loga Antiga - Minute Men
A Liga Antiga – Minute Men

 Da liga antiga parece que morreu quase todo mundo menos a mulher de roupa clara e o Comediante, que está ajoelhado. Rorschach avisa a liga mais recente que talvez a morte do Comediante seja um ataque a todos eles e é ignorado por todos. basicamente o filme é a investigação da morte do comediante, a eminente guerra nuclear e como os antigos super heróis continuaram as vidas depois do fim da equipe.

Achei legal que Watchmen apareceu meio zoado num episódio dos Simpsons. Por ser o Milhouse que tem esse nome que achei que escrevia separado traz o DVD acho que dá de imaginar que é bem nerd saber alguma coisa sobre os quadrinhos.

A principal reação quando eu falo do filme para as pessoas é dizer que se fala “uatimen” e não “uótimen” perguntar sobre o que é o filme. Então não é só porque os nerds estavam esperando o filme que você tem que saber alguma coisa sobre ele.

Vale a pena ver? Vale sim, eu que não sou a maior fã de filme de super herói. Só não se entope de refri porque são três horas ali, sem intervalos pra banheiro. Eu que o diga… 

Vou colocar o Download de Wachtman pra quem quiser baixar, se você tentar à vontade. Se der problema no link é só deixar um comentário que eu vejo o que dá pra fazer.

http://www.2shared.com/file/5113520/a9a4e512/watchmLeg.html



{11/03/2009}   A Rainha e Eu

Decidi postar aqui alguns livros que leio para dar uma enchida no blog divertir vocês com boas idéias para leitura.
Li essa semana um livro de Sue Townsend, A Rainha e Eu.

Isso na capa é o Príncipe Philipe
Isso na capa é o Príncipe Philipe

O livro define o pesadelo da realeza britânica: acabar a bebida da festa perder o título e o dinheiro que ele representa. Nessa realidade alternativa um candidato trabalhista ganhou as eleições para Primeiro-Ministro e junto com ele veio um parlamento lotado de políticos que achavam que o dinheiro da família real ia ficar lindo nos cofres públicos.

A realeza foi posta em uma favela fedorenta um elegante bairro do subúrbio.

Príncipe Philipe - Marido da Rainha
Príncipe Philipe – Marido da Rainha
Rainha
Rainha
Rainha Mãe - Da outra Rainha
Rainha Mãe – Da outra Rainha

É simplesmente hilário ver pessoas que nunca tiveram que pensar em de onde vem a comida se virarem com o que conseguem ganhar da assistência social para ligar o aquecimento. Da pra rir bastante com os comentários do tipo “Droga, mas que porra de azar ter vizinhos grã-finos!”, “Pelo menos não cagam na banheira, como as bestas que moravam lá antes.”.

É um livro que vale a pena ler se o big brother só começa daqui a três horas, sua mãe quer que você vá no mercado “é pra escola mãe” ou se está na mesa do seu dentista. Vou tentar pegar alguma coisa mais conhecida da próxima vez.

Pela curiosidade, Sue Townsend tem uma bibliografia grande até. Para quem ler A Rainha e Eu e quiser mais obras da autora:

  • Adrian mole na Crise da Adolescência
  • Adrian Mole na Idade do Cappuccino
  • Os Anos Amargos de Adrian Mole
  • As confissões de Adrian Mole
  • O Diário Secreto de Adrian Mole
  • Adrian Mole e as Armas de Destruição Maciça
  • A Rainha e Eu
  • A Rainha Camila

Nosffa, é quase a J.K. Rowling com esse Adrian Mole.



{10/03/2009}   Oh Don Piano

Quero um desses. Qualquer um. Pode ser até o maníaco compulsivo do LOVELOVELOVELOVELOVE.



et cetera